Veja aqui: porque e quando fazer.


As empresas que PRODUZEM BENS têm uma infinidade de razões para terceirizar a produção, ou parte dela, mas a principal é a REDUÇÃO DE CUSTOS

CUSTO DE MÃO DE OBRA
Parte de qualquer análise para uma empresa decidir terceirizar qualquer uma de suas operações inclui o custo da mão de obra. Ela continua sendo um dos maiores custos em qualquer empresa.

A dura realidade é que ter empregados na folha de pagamento da empresa significa pagar-lhes um salário competitivo e, para muitas outras, significa também fornecer alguma forma de benefícios em termos de planos de saúde.

Os benefícios para a empresa que terceiriza sua produção inclui a flexibilidade de aumentar ou diminuir as necessidades de pessoal conforme necessário, já que isto passa a ser um problema de quem está assumindo esta porção da produção.

E, este é um PONTO IMPORTANTE quando da avaliação do potencial fornecedor, ou seja, como ele será capaz de lidar com esta necessidade de flexibilidade.

É claro, que se espera que a empresa assumindo a terceirização pague um salário inferior ao que existe na empresa que está terceirizando.

CUSTOS GERAIS
Muitas empresas terceirizaram sua produção para eliminar os custos indiretos associados à operação de instalações industriais. Esses custos gerais incluem utilidades, como gás, energia elétrica e água, e a manutenção necessária para operar equipamentos de produção.

Outros custos indiretos incluem mão-de-obra indireta, como pessoal de garantia de qualidade, técnicos de equipamento, pessoal de movimentação de materiais e pessoal de expedição e recebimento.

FLEXIBILIDADE
Algumas empresas ganham maior flexibilidade quando terceirizam sua produção. Os fabricantes contratados podem produzir bens para várias empresas e até para concorrentes do mesmo setor. Como o fabricante contratado tem mais capacidade de produção do que a empresa original, ele pode responder ao aumento dos requisitos de produção mais rapidamente do que a empresa original.

Em vez do fabricante original fazer um investimento de capital em novos equipamentos para aumentar sua capacidade de produção, ele informa ao fabricante contratado que precisa de mais mercadorias. Embora o aumento (ou redução) solicitado na produção possa alterar os termos e custos associados ao contrato de produção original, ainda assim é mais interessante do que fazer um investimento de capital em equipamento que poderia ficar inativo se o aumento da demanda diminuir.

FOCO
Algumas empresas experimentam mudanças extremas de paradigma para fazer a terceirização. Uma empresa que percebe sua competência essencial, o que faz melhor, como a venda e o marketing de seu produto, pode considerar  a produção de seu produto feita por um terceiro.

Com a produção terceirizada, a empresa agora pode concentrar seus recursos, tanto humanos quanto financeiros, nas áreas que aumentam a receita e o lucro. Normalmente, a terceirização reduz os custos de fabricação, por isso, se a empresa aumenta sua receita por meio de um foco melhor em vendas e marketing, também aumenta sua margem de lucro.

VAMOS TERCEIRIZAR TUDO?
Para que os recursos e capacidades internas sejam uma fonte de vantagem competitiva sustentável, os especialistas identificaram quatro características principais que, se envolvidas com a produção, não devem ser terceirizadas: estes recursos e capacidades internas devem ser:

-VALIOSOS;

-RAROS;
-INIMITÁVEIS;
-INSUBSTITUÍVEIS. 

Eles são considerados VALIOSOS se permitirem que a organização realize sua atividade de cadeia de valor com maior eficácia.

Eles são RAROS (em inglês: core competencies) se dependem de máquinas especiais e ou mão de obra superespecializada. Daí, na maior parte das vezes, isto já implica que poderiam ser INIMITÁVEIS.

Eles, também, NÃO devem ser facilmente SUBSTITUÍVEIS por outro conjunto de recursos e capacidades diferentes.

Em resumo, a visão como descrita aqui se concentra em recursos e capacidades internas como a principal fonte de VANTAGEM COMPETITIVA sustentável e desempenho superior no mercado. Mas, estas considerações precisam ser feitas de forma isenta.

Certa vez, analisando uma fundição de aço eu perguntei aos proprietários qual era maior vantagem competitiva da empresa. Ao que eles responderam que era a qualidade, mas para o mercado a empresa tinha somente uma qualidade tão boa quanto à das melhores fundições, não se constituindo, assim, numa real vantagem competitiva.

Você só faz a diferença quando você faz melhor do que os outros!

Veja outros posts no site da Mupe Consultoria.

A MUPE pode ajudar sua empresa em treinamentos, processos de terceirização, de transformação da área de Compras de burocrática para estratégica, em redução de custos, em previsão de vendas, etc.

Preocupado em promover a excelência, a Mupe Consultoria tem publicado assuntos ligados à formação profissional e gestão em nosso Blog.


QUER SER AVISADO DE OUTROS CONTEÚDOS COMO ESSE POR E-MAIL? POR FAVOR, INSCREVA-SE ABAIXO.

SOBRE O AUTOR:

Vladimir de Lima

Vladimir , cofundador da MUPE, tem grande experiência nas áreas operacionais e de gestão em empresas de nacionais e multinacionais, conseguindo impactantes reduções de custos de aquisição e de custos com pessoal através da implantação de processos mais racionais. Também é um entusiasta do treinamento através de abordagens práticas de problemas vividos pelas empresas, o que o levou a escrever o livro “Previsão de demanda – o básico que você precisa saber”.


GOSTOU, COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!

Deixe um comentário